NOTÍCIAS

Acontece na FAP

Abertas inscrições para bolsas do Probem: saiba como participar

O Governo do Estado, por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), inicia, nesta quarta-feira (22/06), o período de inscrições para novos bolsistas do Programa Universitário do Bem (ProBem). O edital pode ser acessado no site da OVG (www.ovg.org.br) e as inscrições devem ser realizadas até o dia 3 de julho. Neste processo seletivo, quatro mil bolsas serão disponibilizadas para estudantes universitários em situação de vulnerabilidade social inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Das novas bolsas ofertadas, mil serão integrais e três mil parciais. As bolsas parciais correspondem a 50% do valor da mensalidade limitados a R$ 650,00. Já as integrais correspondem a 100% do valor da mensalidade limitados a R$ 1.500,00. As bolsas concedidas aos estudantes que cursam Medicina ou Odontologia têm limites maiores, R$ 2.900,00 para parciais e R$ 5.800,00 para integrais.

Este é o terceiro processo seletivo do ProBem, que atualmente tem 12 mil bolsistas, com beneficiários em 227 municípios goianos, distribuídos em 92 Instituições de ensino superior sediadas em 34 municípios. Os estudantes contemplados nesta seleção receberão o benefício no segundo semestre deste ano (2022/2).

 

ProBem

O Programa Universitário do Bem, sancionado pelo Governo de Goiás em janeiro de 2021, tem o objetivo de ampliar a capacidade de atendimento aos mais vulneráveis, trazendo maior segurança ao processo de seleção, elevando o potencial de redução das desigualdades sociais por meio do acesso ao ensino superior, e promovendo o alinhamento às demandas por mão de obra qualificada no Estado de Goiás.

O ProBem destinará parte das quatro mil novas vagas às chamadas profissões do futuro e para aquelas áreas de formação que atendem às demandas por mão de obra em todas as regiões do Estado, além de abrir portas para a qualificação e oportunidade de estágios através do Banco de Oportunidades.

Além de conceder novas bolsas, o Governo de Goiás quitou, em maio, dívida de R$ 76 milhões deixada por gestões anteriores. A quitação do débito, referente a quase um ano de mensalidades com 82 instituições de ensino, foi realizada com um mês de antecedência.

 

Diretor-geral da FAP, professor Dr. Milton Justus, diretora Administrativa da FAP, Selma Justus e o governador Ronaldo Caiado, durante lançamento das novas bolsas

Caso o estudante não esteja inscrito no CadÚnico, no site da OVG há um cartilha explicativa com informações sobre o sistema e como se cadastrar.

Quer saber mais sobre a FAP?